Câmara de Vereadores de Blumenau emite nota oficial sobre a prisão de coordenador político


O pastor blumenauense Dirlei Paiz foi preso na manhã desta quinta-feira, 17, na 14ª fase da Operação Lesa Pátria. Ele, atualmente, tem o cargo de coordenador político dentro do gabinete do vereador Almir Vieira (PP), presidente da Câmara. O fato é esclarecido em nota oficial pelo presidente Almir Vieira:

Nota oficial de esclarecimento  

A Câmara de Vereadores de Blumenau emite uma nota oficial de esclarecimento sobre a prisão, ocorrida nesta quinta-feira (17), de Dirlei Paiz, que ocupa cargo em comissão de Coordenador Político no gabinete do presidente do Poder Legislativo de Blumenau, vereador Almir Vieira (PP),  desde o dia 22/05/2023. A prisão foi em decorrência da 14ª fase da operação Lesa Pátria da Polícia Federal. O presidente Almir Vieira se manifesta contrário aos atos antidemocráticos ocorridos no dia 8 de janeiro.
O vereador Almir Vieira esclarece que recebeu a notícia do cumprimento do mandado de prisão através da mídia e está em contato com as autoridades para apurar o ocorrido. O parlamentar disse ainda que Dirlei foi contratado devido aos seus trabalhos como líder comunitário em Blumenau, sendo membro de associação de moradores e trabalhando diretamente no relacionamento com a comunidade. 
No momento da contratação, a Câmara Municipal solicita, entre outros documentos, o de antecedentes criminais e ressalta-se que Dirlei Paiz não possuía antecedentes. 
O presidente informa que todas as providências cabíveis serão tomadas e a situação será encaminhada para o setor jurídico da Câmara de Blumenau, para que tudo ocorra dentro da legalidade. 
Vereador Almir Vieira
Presidente da Câmara de Vereadores
José Carlos Goes

Sou locutor tendo atuado em várias emissoras de rádio em Blumenau por quatro décadas. Sou jornalista e trabalhei em vários jornais impressos. Sou blogueiro.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem