Gerente Regional da Celesc de Blumenau esclarece prolemas recorrentes de falhas no fornecimento de energia elétrica no município

 

Foto: Denner Ovidio | Imprensa CMB

Em atendimento ao requerimento 1579/2023, de autoria do vereador Carlos Wagner “Alemão” (União), o gerente regional das Centrais Elétricas de Santa Catarina (Celesc), João Marcos Ribeiro, compareceu à sessão ordinária desta quinta-feira (17). Em pauta foram abordados questionamentos pelos parlamentares quanto as recorrentes falhas no fornecimento de energia elétrica no município. 

Os questionamentos se voltaram especialmente ao dia 13 de julho, data esta que um poderoso ciclone atingiu o estado de Santa Catarina. Os parlamentares cobraram providências voltadas especialmente para que medidas paliativas sejam concretizadas de modo que amenizem possíveis novos transtornos.

Em sua argumentação na tribuna, João Marcos defendeu o trabalho desempenhado pela Celesc na região. “Buscamos sempre fornecer energia contínua e de qualidade a todos os clientes. Estamos em 92% do estado de Santa Catarina, com 175 subestações, 160 mil km de rede de média e baixa tensão e mais de 3 milhões de consumidores”, afirmou o gerente regional. 

O representante também destacou os investimentos que vêm sendo realizado para qualificar o serviço prestado. “O governo estadual fez um investimento altíssimo. São R$ 4,5 bilhões para melhorias na distribuição de energia, novas usinas e programas sociais. A Celesc possui 16 agências regionais e o investimento previsto até 2026 na agência de Blumenau é de R$ 364 milhões”, comentou João Marcos.

Quanto ao ciclone ocorrido no dia 13 de julho, o líder da instituição na região abordou as adversidades enfrentadas. “Foi um evento que atingiu todo o estado de Santa Catarina, onde tivemos ventos de aproximadamente 150 km. Na região de Blumenau, como é muito arborizada, consequentemente gerou danos complexos. Tivemos um impacto a 421 mil consumidores sem energia no estado e na regional de Blumenau chegamos a aproximadamente 65 mil consumidores”, destacou o gerente regional. 

Reforçou a sua fala ainda acrescentando a participação de 119 eletricistas, com o acréscimo de mais 31 terceirizados, montando uma força-tarefa com caminhões e profissionais para atender 811 ocorrências, sendo: 483 de chaves abertas, 12 postes e 14 transformadores danificados. Citou a importância dos canais de comunicação em três disponibilidades: contato via site, orientações através do aplicativo ou pelo telefone 0800-048-0196. 

Após a apresentação de João Marcos Ribeiro, os parlamentares fizeram questionamentos voltados aos serviços prestados, bem como as ações de prevenção que estão em andamento. O vereador Gustavo de Oliveira “Gugu” (PSDB) questionou o cronograma de podas de árvores, onde o gerente regional relatou o gasto com R$ 400 mil no serviço em 2022. 

O vereador Diego Nasato (Novo) questionou a necessidade de uma busca ativa pelas árvores que apresentem um risco, respondido pelo representante da Celesc Blumenau como uma dificuldade em virtude do orçamento, citando também a responsabilidade dos proprietários dos terrenos. O vereador Carlos Wagner “Alemão” (União), encerrou agradecendo a presença do gerente regional a casa legislativa. “Agradeço a sua presença, pois ficamos muito preocupados com a falta de informação. Nós não podemos errar nisso novamente. Muitas empresas deixaram de faturar e nós temos que pensar no futuro”, finalizou o parlamentar.


José Carlos Goes

Sou locutor tendo atuado em várias emissoras de rádio em Blumenau por quatro décadas. Sou jornalista e trabalhei em vários jornais impressos. Sou blogueiro.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
header ads
header ads
header ads