Vereadores aprovam convocação do presidente do Samae para esclarecimentos sobre a falta d'água na cidade

Foto: Denner Ovidio

A Câmara de Vereadores de Blumenau aprovou, na sessão ordinária desta quinta-feira (15), 30 requerimentos. Um deles, de autoria do vereador Ailton de Souza – Ito (PL), convoca o presidente do Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto – Samae, André Espezim, para que compareça ao Plenário da Casa para prestar esclarecimentos em sessão ordinária da Câmara Municipal acerca da falta de água que assola todos os bairros de Blumenau. Consta ainda no requerimento que na oportunidade o convocado deverá apresentar as justificativas para a constante falta de água, quais medidas serão adotadas a curto, médio e longo prazo para solucionar o problema e também apresentar plano de contingenciamento, caso exista. Outros questionamentos previstos no requerimento são se poderá ser aplicado desconto na fatura das economias atingidas pela falta de água e de que forma o Samae possui capacidade de identificar as unidades onde houve falta de água, entre outras perguntas.

O vereador autor, ao discutir o requerimento, assinalou que a cobrança da população tem recaído sobre os vereadores, que não têm o poder de resolver a questão, mas podem cobrar do Samae que a curto prazo o abastecimento seja regularizado. O requerimento foi aprovado por unanimidade.

Em seu pronunciamento, o presidente Almir Vieira (PP) antecipou que nesta quinta-feira está convocando o presidente do Samae para que no prazo de 15 dias esteja presente na Câmara para apresentar as projeções para a melhoria do fornecimento de água na cidade.

Outro requerimento aprovado foi o de autoria da vereadora Cristiane Loureiro (Podemos), que solicita a realização de uma audiência pública, no Plenário desta Casa Legislativa, para debater projetos e possíveis soluções para as questões envolvendo os comerciantes da área central de Blumenau. O requerimento solicita que sejam enviados convites ao Prefeito e à Vice-Prefeita, aos representantes do Ministério Público, Representantes da Polícia Militar, da AMPE, ACIB, CDL, Secretário da SEMUDES, responsáveis pela abordagem social, OAB, demais entidades e comunidade interessada no assunto. 

A vereadora autora disse que já comunicou o Executivo sobre a solicitação de audiência pública, que considerou importante a realização desse diálogo a fim de buscar soluções para várias demandas que os comerciantes da Rua XV de Novembro têm apresentado. A data da audiência pública ainda será definida e posteriormente divulgada pela Câmara de Vereadores.

José Carlos Goes

Sou locutor tendo atuado em várias emissoras de rádio em Blumenau por quatro décadas. Sou jornalista e trabalhei em vários jornais impressos. Sou blogueiro.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
header ads
header ads
header ads